Os anti-inflamatórios naturais são uma excelente alternativa às farmacos, podem prevenir doenças e também podem ser apropriados para crianças e mulheres grávidas.

 

O que é a inflamação?
inflamação é uma resposta imune para liberar o corpo de estímulos nocivos para que possa começar o processo de cicatrização.

O corpo aumenta o fluxo sanguíneo para a área afetada para que os sintomas desapareçam e causa vermelhidão, inchaço, dor e calor.
Em alguns casos, a inflamação se torna crônica e começa a danificar o corpo.

Os melhores remédios naturais são:
1. Água pura
2. Óleos essenciais,
3. Alguns alimentos,
4. Uma dieta natural.
5. Exercícios.
6. Tomar Sol
7. Sono Reparador

As enzimas ciclooxigenase (COX) são responsáveis pelo processo inflamatório no corpo.
Os medicamentos inibidores da COX bloqueiam este processo e aliviam a dor e a inflamação.

Os medicamentos anti-inflamatórios como aspirina, ibuprofeno e Celecoxib funcionam desta forma.
Os óleos essenciais agem da mesma maneira.

Como reduzir a inflamação?

Os estudos têm mostrado que o estilo de vida promove a inflamação.
Os comportamentos para evitar:

Perder horas de sono – dormir pouco e a insônia não permitem ao corpo regenerar durante a noite.
Os óleos essenciais podem ajudar você a dormir melhor.

Estresse e ansiedade – reduzindo o stress e ansiedade, a resposta inflamatória do corpo se reduz.
Os óleos essenciais ajudam a lidar com a ansiedade.

 

Exercício – O exercício físico remove as toxinas do sistema linfático e reduz a inflamação.

Existem exercícios especiais que ajudam a eliminar a inflamação causada por hérnia de disco, são aqueles do método Mckenzie.

 

Sistema imunológico – o sistema imunológico pode ser reforçado com os probióticos e os suplementos de enzimas para a saúde do trato intestinal.

 

Como utilizar os óleos essenciais?

Você pode tomar estas substâncias sob a forma de:

  • Chá de ervas
  • Suplementos
  • Gargarejo
  • Inalação
  • Vaporização ambiental
  •  

Quais óleos essenciais reduzem a inflamação causada pelo óxido nítrico?
O óxido nítrico (ON) afeta o fluxo sanguíneo e é produzido por muitas células no corpo.
Quando ocorre uma produção anormal de ON, o fluxo sanguíneo e outras funções vasculares do corpo pioram.
Os óleos essenciais que inibem a ON são:

  • Hortelã-pimenta (eficaz para a garganta e gengiva)
  • Orégano
  • Citronela
  • Melaleuca ericifolia

 

Quais os óleos essenciais agem como inibidores das enzimas COX e portanto como antiinflamatórios naturais?

  • Timo (é eficaz contra infecções bacterianas como cistite)
  • Erva-doce
  • Cravo
  • Eucalipto (excelente para problemas de brônquios e sinusite)
  • Bergamota

 

Alimentos anti-inflamatórios naturais

Ginger
O ginger é uma pimenta usada na culinária asiática.
Se pode comprar em forma de pó ou como raiz fresca na maioria dos supermercados.
O gengibre é usado para tratar infecçõesdor de cabeça e dor de estômago.
Os estudos científicos têm confirmado os benefícios para á saúde.

Canela
A canela é uma especiaria popular usada para as propriedades anti-inflamatórias que podem reduzir o inchaço.

Alho
As propriedades anti-inflamatórias do alho são comprovadas para aliviar os sintomas da artrite.
Você pode colocar o alho fresco em qualquer prato para o sabor e para os benefícios.

Pimenta caiena
Entre os anti-inflamatórios naturais, a pimenta caiena e os pimentões picantes são famosos por seus benefícios desde os tempos antigos.
O pimentão contém substâncias químicas naturais chamadas de capsaicina.
Por isso as frutas picantes têm propriedades anti-inflamatórias.
Tem sido usado por muitos anos para ajudar à digestão.
No entanto, a pimenta de Caiena foi mostrada recentemente para aliviar a dor causada pela artrite e as dores de cabeça.

Pimenta do reino
Se o cayenne é muito forte para comer, a pimenta do reino também tem propriedades anti-inflamatórias. Conhecido como o “rei das especiarias”, a pimenta do reino é apreciada pelo seu sabor e pelo seu efeito antibacteriano, antioxidante e anti-inflamatório.
Os estudos têm demonstrado que os compostos químicos da pimenta do reino podem ser eficazes no processo inflamatório agudo, em particular a piperina.

Cravo
O cravo é usado como expectorante (para facilitar a expulsão do catarro pela tosse) e para tratar a dor de estômago, náusea e inflamação da boca e da garganta.
A pesquisa ainda está em andamento, mas os estudos mostram que o cravo tem excelentes propriedades anti-inflamatórias.
O cravo em pó funciona bem nos produtos de forno e em alguns pratos salgados, como sopas e ensopados.
Você também pode usar o cravo inteiro para dar sabor a bebidas quentes como chá ou cidra.

Soja
Vários estudos mostram que os isoflavonas (compostos semelhantes ao estrogênio encontrados em produtos de soja) podem ajudar a baixar os níveis de Proteína c-reativa (CRP) e a inflamação em mulheres.
Um estudo realizado com animais em 2007 publicado em “The Journal of Inflammation” mostra que as isoflavonas ajudam a reduzir os efeitos negativos da inflamação sobre os ossos e o coração.

Azeite de oliva
Este remédio caseiro é muito eficaz para combater a inflamação.
O composto de oleocanthal que dá o sabor típico do azeite de oliva extra virgem foi mostrado de haver um efeito semelhante aos anti-inflamatórios no corpo.

 

Açafrão

O açafrão (Curcuma longa) tem um sabor picante, quente, amargo e um delicado aroma reminiscente de laranja e gengibre.
É conhecido por ser um dos ingredientes usados para fazer caril.

A cúrcuma é uma droga poderosa que tem sido usada na medicina indiana e chinesa como um anti-inflamatório natural para tratar várias doenças, incluindo flatulênciador menstrualicteríciasangue na urinahemorragia,dor de dentescontusõesdor no peito e cólicas.

A parte mais poderosa é o pigmento amarelo ou laranja do açafrão que é chamado de curcumina.
Em numerosos estudos, os efeitos anti-inflamatórios da curcumina demostraram de ser comparável com medicamentos poderosos como hidrocortisona e fenilbutazona, medicamentos anti-inflamatórios, como ibuprofeno (Alivium).
Ao contrário dos medicamentos que causam muitos efeitos colaterais importantes e tóxicos (por exemplo a formação de úlceras do estômago e duodeno, redução de células brancas do sangue, sangramento intestinal), a curcumina não causa toxicidade.

Um tratamento eficaz para a síndrome do intestino irritável
Pesquisas recentes mostram que a curcumina pode ser um tratamento eficaz, bem tolerado e barato para a síndrome do intestino irritável, a doença de Crohn e a colite ulcerativa.
Neste estudo, foi administrada uma substância que provoca a colite nos ratos.
Os ratos que tomaram a curcumina nos últimos 5 dias foram protegidos.

Alívio para a artrite reumatóide
Estudos clínicos mostraram que a curcumina tem um efeito antioxidante muito poderoso.
Como antioxidante, a curcumina é capaz de neutralizar os radicais livres, substâncias químicas que podem viajar através do corpo e causar sérios danos à células saudáveis e as membranas celulares.
Isso é importante em muitas doenças como a artrite reumatóide, onde os radicais livres são responsáveis pela inflamação e deformidade das articulações.
Também é recomendável para o tratamento da artrose.

 

Anti-inflamatórios naturais com base no distúrbio

Inflamação da próstata
Entre os alimentos recomendados contra o aumento e a inflamação da próstata estão o tomate, sementes de abóbora e salsa (Salsinha).
A alimentação é importante para combater esta doença, em particular, recomendamos o centrifugado de cenouras e vegetais crucíferos (couve-flor, rúcula, brócolis, etc.).

Inflamação respiratória
Existem muitos produtos que você pode tomar para a bronquitefaringitelaringitetraqueíteresfriados e dores de garganta.
Primeiro é necessário seguir uma dieta rica em minerais tais como o cobre, zinco e vitamina C.
Entre os remédios manipulados mais fortes estão á groselha, própolis e Rosa Mosqueta.

Dores musculares, articulares e contusões
Para a dor causada por uma lesão, inflamação das articulações (por exemplo, asinovite do joelho ou a bursite do ombro) ou um hematoma muscular, recomendamos uma pomada de arnica para uso tópico.
Essa substância reduz a inflamação e a dor porque promove a reabsorção do hematoma e do líquido inflamatório.
No caso de tendinite, a pomada e a erva não conseguem resolver a inflamação porque a causa é uma lesão ou muitas microlesões.
Neste caso, a fisioterapia é eficaz e não causa os efeitos colaterais dos medicamentos.

Inflamação do calcanhar
A melhor maneira de curar naturalmente uma inflamação do calcanhar é um banho de pés em água morna e bicarbonato de sódio.
É necessário encher uma tigela com água um pouco quente e adicionar 4/5 colheres de bicarbonato de sódio que absorve o líquido inflamatório do calcâneo.

Dor cervical e dor lombar
Para a dor na coluna e o dor cervical de tipo muscular é possível espalhar um creme que contém a garra do diabo (ou harpagophytum) que tem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antipiréticas (contra a febre).
Existem suplementos com o extrato seco de garra do diabo na medicina herbal.
Evite em caso de gastrite e úlcera no estômago.

Infecções do trato urinário
A uva irsina juntamente com óleos essenciais de tomilho e zimbro é útil para combater as infecções urinárias (rins, ureteres, bexiga e uretra) e a cistite.
É fundamental a higiene dos órgãos genitais e uma alimentação saudável.

Problemas no fígado
Para o mau funcionamento do fígado recomenda-se o dente de leão encontrado em fármacias de manipulação e o suco de aloe vera.
Estas substâncias ajudam a desintoxicar e purificar o fígado.

Inflamação do nervo ciático
A inflamação dos nervos ocorre devido a um trauma, um vírus ou a compressão causada por uma hérnia ou uma protusão.

Os médicos geralmente prescrevem os corticóides para a dor ciática.
É possível aplicar o óleo de extrato de gengibre e camomila,
Também é possível tomar bagas de groselha negra que tem um efeito anti-inflamatório.

Infecção no ouvido
otite pode ser tratada com remédios caseiros muito simples.
É possível usar o azeite de oliva ou o alho esmagado.
Esta substância deve ser aquecida em fogo baixo até que ele atinja uma temperatura de 30 graus mais ou menos.
Em seguida, despeje o óleo em um cotonete e mantenha em contato com a orelha por 30 minutos.
Tem uma ação antibacteriana.

 

Dieta natural e anti-inflamatória

Não existe uma pomada milagrosa se a alimentação do paciente é pessíma e inclui junk food (porcarias).

A inflamação é o principal mecanismo de defesa do nosso corpo contra microorganismos e alérgenos.

A inflamação é útil, mas em alguns casos ocorre a inflamação no interior do corpo na ausência de micro-organismos ou substâncias estranhas.
A inflamação crônica pode provocar doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e outras doenças auto-imunes como lúpus, artrite reumatóide e esclerose múltipla.

As pessoas obesas são mais propensas a desenvolver uma inflamação no corpo e portanto para eles é fondamental uma dieta anti-inflamatória.

 

Verduras

As verduras são uma parte importante da dieta.
É necessário comer só vegetais orgânicos na dieta.
Utilize apenas azeite para cozinhar legumes, mas é muito melhor comer vegetais crus, recomendamos:

  • Brócolis
  • Espinafre
  • Couve-flor
  • Repolho
  • Nabo verde
  • Feijão verde
  • Batata-doce
  • Tomate (ótimo para a próstata)
  • Espargos
  • Cogumelos
  • Bruxelas
  • Azeitonas

 

Fruta

A fruta é rica em vitaminas e outros nutrientes vitais que são essenciais para o corpo.
As frutas também são ricas em fibras, eles são importantes na dieta porque agem como um anti-inflamatório natural.

Recomendamos:

  • Mamão
  • Mirtilos
  • Maçãs
  • Goiabas
  • Morangos
  • Uvas
  • Abóbora
  • Melancia
  • Abacaxi
  • Ameixas
  • Pêssegos

 

Outros alimentos

Junto com os alimentos escritos em cima na lista também podem ser incluidos cereais, nozes e frutos secos que ajudam a prevenir a inflamação e dão ao corpo a energia necessária.

  • Arroz integral
  • Cevada
  • Açafrão
  • Nozes
  • Amêndoas
  • Cacau
  • Leguminosas
  • Sementes de soja
  • Lentilhas.

 

Alimentos derivados de fontes animais

Os peixes e aves contêm boas quantidades de omega 3, ácidos gordos essenciais e outros nutrientes.
No entanto, estes produtos de origem animal podem piorar certas doenças, especialmente se eles são confeccionadas.

  • Frango
  • Atum
  • Sardinhas
  • Ostras
  • Salmão
  • Bacalhau
  • Arenque
  • Tubarão
  • Ovos.

 

Alimentos para evitar

Listados abaixo estão os alimentos que pioram a inflamação, especialmente alimentos ricos em óleos, açúcares e gorduras hidrogenadas.
É essencial evitar completamente de comer esses alimentos.

  • Junk food
  • Álcool
  • Bebidas não-alcoólicas
  • Alimentos fritos
  • Óleos hidrogenados, tais como a margarina que causam o mesmo dano das gorduras saturadas
  • Doces e bolos
  • Produtos lácteos com alto teor de gordura
  • Todos os produtos lácteos

É importante beber bastante água.
É necessário substituir o café com outras bebidas como chá verde que contém alguns anti oxidantes para a saúde geral do corpo.
Uma dieta saudável e natural com exercício diário reduz as chances de sofrer de inflamação.

 

Fonte: http://www.fisioterapiaparatodos.com/p/remedios-naturais/anti-inflamatorios-naturais/